sábado, 22 de agosto de 2009

Setembro

Postado por Emilly Brito às 16:15 1 comentários Links para esta postagem

Setembro é uma música escrita por um grande amigo meu,
composição que adimiro, palavras que se encaixam
e conteúdo sincero.
Vale a pena postar
My Friend ... seus direitos estão reserados!
Aqui vai a música ...

SETEMBRO
Composição: Henrique Rodrigues


Sozinho no meu quarto eu to tranquilo
tentando encontrar um novo abrigo
longe de tudo.

Sozinho no meu quarto eu me desligo
em versos tento encontrar caminhos
que me façam repensar tudo sobre nós dois.

Sozinho no meu quarto as horas voam
tudo passa tão depressa que quase
não percebo o tempo que eu perdi.

Sozinho no meu quarto eu relembro
momentos bons de um tempo que passou
ontem era Janeiro hoje é Setembro
amanhã eu nem sei.

Sozinho no meu quarto eu reencontro
meu pretérito imperfeito
e todas as burrices que um dia eu cometi.

Sozinho no meu quarto eu me renovo
lendo o livro dos meus dias
eu me livro dos meus medos, renasci.

Por onde foi que eu perdi
Por onde foi que eu esqueci
o caminho e a direção do seu coração.

Decifra-me

Postado por Emilly Brito às 15:34 0 comentários Links para esta postagem

Caso você consiga me decifrar ... vem e me ajuda porque eu também estou nessa luta.
Eu sou uma pleperxidade de sentimentos
Decifra-me
Sendo Sol e Lua ... sejamos uma eclipse.
Eu anseio tanto pela recíprocridade. Sonho tanto em ter a sintonia com alguém...
Talvez eu alimente demais as ilusões e cultive demais meus sonhos ...
Mas é o que espero ...
Eu quero carinho e compreensão, descobrir nos seus braços um lugar sagrado
Um porto seguro
Me abrace
E talvez aí eu encontre o sentido do amor
O sentido que talvez eu não tenha sentido plenamente!
Me ama!
Acho que Tim Maia estava certo quando escreveu...
"...não quero dinheiro, eu quero amor sincero,é isso que eu espero...".
Respeite meu espaço, transpareça a verdade
Não fale ... seja!
Me sinta na brisa
Deixa eu te ninar!
Quero que meus olhos brilhem em seu olhar
Te beijar e sentir o infinito
Quero sim, amar e ser amada
Quero dançar colado
Andar de mãos dadas
Ver o pôr-do-sol ao teu lado
Rir a dois
Se tudo acontece pra quem sabe esperar ...
acredito que vai acontecer
Não sei se nesse momento eu tenha jeito de menina boba apaixonada ou romântica fervorosa.
O que sei é que fico a procurar
A fórmula do amor
Que encaixe com esse coração machucado
e paciente
Que aceite meus defeitos e manias
Mas que bata no mesmo ritmo que o meu.
E quando o encaixe acontecer o céu vai ser mais bonito ainda
E as estrelas bailaram todas as noites pra nós.
• Emilly Brito

quinta-feira, 20 de agosto de 2009

A caçula

Postado por Emilly Brito às 10:33 1 comentários Links para esta postagem

Eu estou com 16, sou a mais nova aqui em casa por apenas 1 ano e 3 dias de diferença, tenho mais dois irmãos um de 17 (Uesley) uma de 22 (Cínthia).


Na família Brito (parte de pai) não tenho primos homens, está pra nascer nossa princesinha - a Maíra - que está a bordo, filha do meu tio Wellington e minha tia Jú; mas até que nossa baby chegue só tem eu e minha irmã de meninas, e eu a mais nova, haja ciúmes só pra nós duas!!

Na escola, por eu ter entrado muito cedo, eu em todas as séries era a mais nova da sala.Comecei a estudar aos 3 anos de idade, pulei uma série. Aos 5 anos estava na 1ª série, era a menorzinha e a caçulinha da turma. Até os professores me defendiam, e olhe que nem sempre eu era a vítima (rsrsr), mas isso não vêm ao caso né?!



É uma boa sensação, talvez tenha virado até mau costume, mas sentir-se protegida por meus colegas e amigos era bom ... quer dizer é bom!


Já terminei o colegial, estou fazendo curso técnico de Contabilidade (2º e último ano). E advinha ... eu sou a caçula da turma, literalmente... sou a caçula de todo o curso, ninguém tem 16 anos por lá, nem o pessoal do 1º ano! É bastante interessante conviver com eles, todos bem mais vividos que eu, é quando eu brinco de aprender, a experiência que eles me passam é impagável! E o carinho que recebo é grande, quando voltamos das férias foi festa, me pegaram no colo (sou compacta e leve!)


A pequena notável deles
A caçulinha da turma
A mascote
- entre outros


O melhor da história é ter a certeza do amparo, é saber que tenho meu porto seguro.
E por mais dúvidas que eu tenha na vida, eu tenho a experiência ao redor!

• Emilly Brito

terça-feira, 18 de agosto de 2009

Tenpo Perdido

Postado por Emilly Brito às 10:39 1 comentários Links para esta postagem

Eu queria falar que é fácil, eu queria falar que não machuca ...
Eu queria traduzir todos meus sentimentos
Eu queria que tivessem percebido.
Eu queria ter percebido!
Quantas vezes as coisas passam pela nossa frente e não percebemos? Quantas oportunidades já perdemos por não olhar ao redor?
Eu sei. Você sabe. Sabemos que as os momentos são como estações, elas vêm e vão, mas nada é igual! Não é igual.
O orvalho e a brisa são diferentes. Cada folha que cai no outono é uma folha. Cada raio de Sol do verão é um raio.

Todos os dias quando acordo,
Não tenho mais o tempo que passou
Mas tenho muito tempo
Temos todo o tempo do mundo.
Todos os dias antes de dormir,
Lembro e esqueço como foi o dia
"Sempre em frente,
Não temos
tempo a perder".
*Tempo Perdido - Legião Urbana

Mas agora eu sei que nem tudo está perdido

Cansei de enfeitar o muro das lamentações
O hoje não será mais um ontem desperdiçado

Talvez já tenha perdido o teu olhar, talvez nem sejamos, talvez eu ainda vá aprender ou talvez eu já tenha aprendido ...

Mas...
Enquanto houver sol
Posso dizer Obrigada"
Enquanto o vento soprar
Posso dizer ''Me desculpe"
Enquanto tiver forças
Posso dizer "Persisto!"
Enquanto houver vida
Posso dizer "Eu te amo''.

Posso e vou dizer
Minha vontade
A verdade

Posso e vou entender
A tua vontade
O teu querer


Por mais que não dê em nada e quem as minhas expectativas excedam a realidade.
Por mais que seus planos sejam distantes dos meus
Ou o olhar não se encontre
Por mais que não confiem que eu possa
Ou duvidem do que eu seja capaz
- Serei eu mesma, insisto!

Não tenho mais instantes a perder
E ainda que o céu escureça
E ainda que só chova
Ou que eu morra ...
Terei falado
Terei tentado

E aí com uma lágrima a cair
Ou um sorriso à brilhar
Suspirarei
E com toda certeza
Me edificarei por ter tentado
Aí sim ... terei vivido plenamente!

Emilly Brito

sábado, 15 de agosto de 2009

Ser jovem

Postado por Emilly Brito às 10:39 1 comentários Links para esta postagem

''Deixe-me ser jovem!!
Não reprima
Não reprove
O meu jeito de voar''
.
Fiz este post pra outro Blog pra qual escrevo: De Mãos Dadas OnLine
, lá tenho uma coluna chamada Espaço Jovem. Confiram!
Hoje decidi postar aqui também; aos eternos jovens ...

Mais do que uma fase, ser jovem é um estado de espírito.
É a fornalha inapagável da vontade de viver.
Juventude bem vivida, vida contemplada.
É como se diz na música "Cantar a beleza de ser um eterno aprendiz..."
É cantar mesmo fora do ritmo, mesmo quando não se sabe a letra.
É rir até quando haja motivos para chorar.
Ter a audácia de enfrentar de frente os obstáculos,
com a certeza da existência de um Deus do impossível.
É ter fé no ideal.
É ter sempre um plano B.
Ver a saída onde nem se via entradas.
É animar o dia com um sorriso.
Tomar banho de chuva e sentir a energia do céu.
É abraçar o momento, valorizar os pequenos e insubstituíveis gestos.
É sentir aquela vontade imensa de mudar o mundo,
mesmo que este nem sempre o confie tanta determinação.
É revoltar-se com as injustiças, com a desconfiança e a indiferença.
É acreditar em si.
É ter atitude para descobrir, duvidar, sonhar, arriscar ...
Ser jovem é misturar tudo isso com a idade que se tenha, seja quinze, trinta ou sessenta.
É jamais esquecer que não basta apenas existir, é preciso viver.

Emilly Brito

quarta-feira, 12 de agosto de 2009

Unhas feitas e salto alto

Postado por Emilly Brito às 15:55 2 comentários Links para esta postagem



A Mulher é mesmo fantástica. Ou melhor, ser mulher é fantástico. Perceba a evolução. A mulher hoje em dia já faz tudo o que o homem faz sem deixar de fazer as ''antigas tarefas'', porque mulher faz mil coisas ao mesmo tempo e está em mil lugares de uma vez só.


Cuida dos filhos, comida, casa e roupa, do marido, e ainda acha um precioso tempo pra cuidar de si própria. Como se não bastasse ainda tem pique pra trabalhar fora, a independência tem um gosto saboroso, a mulher provou e agora não deixa por menos - invade campos antes só masculinos e ainda faz o trabalho com um toque todo especial, com unhas feitas e salto alto!No nosso conto de fadas moderno somos nós quem plantamos a abóbora pra comprar nossa carruagem.


Nós mulheres contamos com delicadeza, criatividade e glamour.
Somos feras em percepções, não é novidade o nosso sexto-sentido!
Vemos o que ninguém mais vê.
Acreditamos quando ninguém mais acredita.
Acordamos descabeladas e ainda vamos brincar de fazer caretas no espelho.
Achamos que estamos prontas pra dominar o mundo quando usamos batom novo.
Adoramos rir com as amigas, comendo chocolate e falando da vida.

Ás vezes com aquelas dorzinhas mensais, há quem tenha a famosa TPM intensa ou banal e imperceptível, e ainda assim continuamos firmes.
Nos preocupamos com tudo e estamos atentas à tudo
Pensamos em todos os detalhes antecipadamente, mudamos de roupa várias vezes até ficar ao nosso gosto, somos exigentes nas escolhas e confiante nas decisões.
.
Amamos... e amamos profundamente, quando temos que chorar... choramos sem vergonha, perdoamos e damos segundas chances.
Nos decepcionamos e logo depois encontramos a esperança.
Ainda chegamos bem perto do divino, ao gerar uma vida, um amor incondicional e uma emoção que o homem jamais irá sentir.
.
Temos audácia e atitude. Sem ser atrizes fazemos os mais variados papéis; somos avassaladoras, sedutoras, tímidas, sensíveis,delicadas, românticas, frágeis, guerreiras, alucinadas, curiosas,fervorosas, sonhadoras ...
Somos: amigas, namoradas, esposas, mães, profissionais ...
.
Seja ainda uma menina aprendiz de mulher ou uma mulher sem inocência de menina
Queremos carinho, abraço e colo
E os três ''erres'':
Respeito, realização e reconhecimento !
E por mais palavras que me venham para tentar descrever uma essência feminina,
ser mulher é muito mais sublime do que eu ou você possa falar... só sendo mulher pra saber.
•Emilly Brito

segunda-feira, 10 de agosto de 2009

Eu adoro voar

Postado por Emilly Brito às 13:39 3 comentários Links para esta postagem
As obras da magnífica Clarice Lispector me encantam cada vez mais.
Faço minhas as palavras dela neste poema:
.
.
.
Já escondi um amor com medo de perdê-lo, já perdi um AMOR por escondê-lo.
Já segurei nas mãos de alguém por medo, já tive tanto medo, ao ponto de nem sentir minhas mãos.
Já expulsei pessoas que amava de minha vida, já me arrependi por isso.
Já passei noites chorando até pegar no sono, já fui dormir tão feliz, ao ponto de nem conseguir fechar os olhos.
Já acreditei em amores perfeitos, já descobri que eles não existem.Já amei pessoas que me decepcionaram, já decepcionei pessoas que me amaram.
Já passei horas na frente do espelho tentando descobrir quem sou, já tive tanta certeza de mim, ao ponto de querer sumir.
Já menti e me arrependi depois, já falei a verdade e também me arrependi.
Já fingi não dar importância às pessoas que amava, para mais tarde chorar quieta em meu canto.
Já sorri chorando lágrimas de tristeza, já chorei de tanto rir.
Já acreditei em pessoas que não valiam a pena, já deixei de acreditar nas que realmente valiam.
Já tive crises de riso quando não podia.
Já quebrei pratos, copos e vasos, de raiva.
Já senti muita falta de alguém, mas nunca lhe disse.
Já gritei quando deveria calar, já calei quando deveria gritar.
Muitas vezes deixei de falar o que penso para agradar uns, outras vezes falei o que não pensava para magoar outros.
Já fingi ser o que não sou para agradar uns, já fingi ser o que não sou para desagradar outros.
Já contei piadas e mais piadas sem graça, apenas para ver um amigo feliz.
Já inventei histórias com final feliz para dar esperança a quem precisava.
Já sonhei demais, ao ponto de confundir com a realidade...
Já tive medo do escuro, hoje no escuro "me acho, me agacho, fico ali".
Já cai inúmeras vezes achando que não iria me reerguer, já me reergui inúmeras vezes achando que não cairia mais.
Já liguei para quem não queria apenas para não ligar para quem realmente queria.
Já corri atrás de um carro, por ele levar embora, quem eu amava.
Já chamei pela mamãe no meio da noite fugindo de um pesadelo. Mas ela não apareceu e foi um pesadelo maior ainda.
Já chamei pessoas próximas de "amigo" e descobri que não eram... Algumas pessoas nunca precisei chamar de nada e sempre foram e serão especiais para mim.
Não me dêem fórmulas certas, porque eu não espero acertar sempre.
Não me mostre o que esperam de mim, porque vou seguir meu coração!
Não me façam ser o que não sou, não me convidem a ser igual, porque sinceramente sou diferente!
Não sei amar pela metade, não sei viver de mentiras, não sei voar com os pés no chão.Sou sempre eu mesma, mas com certeza não serei a mesma pra sempre!
Gosto dos venenos mais lentos, das bebidas mais amargas, das drogas mais poderosas, das idéias mais insanas, dos pensamentos mais complexos, dos sentimentos mais fortes.Tenho um apetite voraz e os delírios mais loucos.
Você pode até me empurrar de um penhasco q eu vou dizer:
- E daí? Eu adoro voar!

Clarice Lispector

Essência

Postado por Emilly Brito às 11:00 0 comentários Links para esta postagem

Quem somos ou quem acham que somos são questionamentos diferidos.
Se formos nos preocupar com o que pensam de nós, não estaríamos vivendo nossa vida ... viveríamos a vida que os outros querem. Pra mim, minha essência é minha verdade.Sem definições, muitas opiniões, meus momentos e certos princípios.
Não há limites para o ''ser''. Nós lutamos e acreditamos naquilo que parece certo para nós mesmos, aquilo que nos mantém vivos e esperançosos.São nossas verdades e crenças que nos move.
Obras de uma escritora divina - Clarice Lispector - vem de encontro com essas palavras. Como ninguém, ela fala do ''eu'':

"Não me prendo a nada que me defina; sou companhia, mas posso ser solidão; ranquilidade e inconstância, pedra e coração;sou abraços, sorrisos, ânimo, bom humor, sarcasmo, preguiça e sono;música alta e silêncio;serei o que você quiser, mas só quando eu quiser;não me limito, não sou cruel comigo! serei sempre apego pelo que vale a pena e desapego pelo que não quer valer… suponho que me entender não é uma questão de inteligência e sim de sentir, de entrar em contato. ou toca, ou não toca."
.
"Não quero ter a terrível limitação de quem vive apenas do que é passível de fazer sentido. Eu não: quero uma verdade inventada."
.
"Sou o que quero ser, porque possuo apenas uma vida e nela só tenho uma chance de fazer o que quero.Tenho felicidade o bastante para fazê-la doce, dificuldades para fazê-la forte,tristeza para fazê-la humana e esperança suficiente para fazê-la feliz. As pessoas mais felizes não tem as melhores coisas,elas sabem fazer o melhor das oportunidades que aparecem em seus caminhos."
- Clarice Lispector

sábado, 8 de agosto de 2009

Pai

Postado por Emilly Brito às 16:34 0 comentários Links para esta postagem
Tem pai que é pai e mãe
Tem mãe que é mãe e pai
Ou seja lá como sua família seja formada
Honrados sejam os pais
Por cuidar
Por zelar
Por amar
Por aconselhar

Pois eu tenho o pai que é o melhor do mundo, apesar dele ainda achar que sou uma criancinha ... ele é meu exemplo. Exemplo de serenidade, até nos momentos de tensão ou raiva meu pai não se exita, transparece clareza. É uma pessoa maravilhosa, integridade formidável.
Lembro-me de quando era bem pequenina eu dormia de propósito no sofá só pra depois meu pai me pegar no colo e me levar até minha cama (bons tempos, rsrs).

Meu pai é único
e ao mesmo tempo é o tradicional pai ...
acha que nós, filhos,ainda somos crianças
sabe dizer não na hora certa
e aconselhar nas horas difíceis
Tem ciúmes de qualquer cara que chegue perto

E não é a toa que a ele é atribuído o nome ''herói''
Sem super poderes
Mas quem luta a cada dia pra dar o sustento digno a família
Quem não descansa enquanto o filho não está em casa são e salvo
Quem acha que seu filho é campeão mesmo ficando em último no campeonato
Pra eles somos sim, os campeões
E ele é o treinador
É aquele que faz de um tudo
sem ao menos receber um obrigado

Para os desavisados, esquecidos ou ingratos com seus pais
criaram o dia dos Pais
não para presenteá-los materialmente
Mas para fortalecer os laços familiares
Para ter uma dia em que o ''Eu te amo'' soe mais forte e mais certo

Pai, eu te amo
Feliz Dia dos Pais

Para: Sr. Unilton

Emilly Brito

sexta-feira, 7 de agosto de 2009

Somos grandes

Postado por Emilly Brito às 22:41 2 comentários Links para esta postagem

Não venho falar de altura, obviamente
Muito menos de status social

O que faz de nós pessoas grandes
é a maneira como olhamos o nosso próximo
a compaixão no olhar.
Somos grandes quando estendemos a mão a um necessitado
Somos grandes quando olhamos o próximo sem indiferença
Somos grandes quando cedemos o lugar a um idoso

Quando a humildade ecoa
Quando perdoamos uma ofensa
Ou um inimigo
Aí sim, somos grandes
Tamanha grandeza!
Somos grandes quando nos fazemos pequeno
Quando paramos de viver em nossos mundinhos egoístas
e pensamos um pouco nos outros
Emilly Brito

quarta-feira, 5 de agosto de 2009

Persiste

Postado por Emilly Brito às 13:32 1 comentários Links para esta postagem

Antes que o dia termine, cuide para não deixar seus sonhos encostados no canto das lamentações,abandonados ao parecer do impossível.Não sem ao menos tentar,não sem ao menos idealizar um plano de metas.Triste não é o "não realizar",triste é o abandonar do barco,é nem começar a corrida,é o medo de ter medo,é o não tentar...Persiste!

Ainda que as lágrimas impeçam a boa visão,ainda que as pessoas digam não,ainda que o tempo mude e o vento sopre para outra direção,ainda assim, o ponto final ainda pode ser reescrito,e é assim que os vitoriosos conseguem conquistar:quando vencem a si mesmos.Não há segredo, nem mistério,há sim, uma força além do normal,um estado de confiança que ultrapassa as dificuldades,pois quem espera que a vida seja feita de pétalas,acaba se espetando no primeiro espinho,e sangrando desiste, e chorando se lamenta.Persiste!

Segue esse caminho que você traçou,sabendo que toda montanha tem duas faces,logo depois da cansativa subida vem a descida,se está muito calor, logo vem a chuva,e depois do longo inverno,a Primavera traz o renascer.O Sol ainda brilha lá fora,mas é preciso sair de casa para senti-lo!Tenha coragem, persiste, ainda que seja noite,amanhã será o seu dia de brilhar!

Paulo Roberto Gaefke

terça-feira, 4 de agosto de 2009

A última lágrima

Postado por Emilly Brito às 11:17 1 comentários Links para esta postagem

Nossas ações ou reações
São vibradas por nossas decisões

Decisão
''De - cisão''
Cisão -corte
Ao dizer um sim, ou talvez um não
Cortamos algo do nosso destino
Decidimos em seguir ou mudar a rota.

Dessa vez direi não
Direi não para a falsidade
Direi não a quem os outros querem que eu seja
Direi não ao desamor
Direi não aos planos sem amanhã

Cansei de me adiar
Cansei de ver minha vida pela janela
Cansei de perguntas sem respostas
Cansei da fraqueza por medo
Cansei da ilusão

Foi a última lágrima
Agora meus passos são firmes
Minha mente lúcida

O sorriso é minha regra
O que eu quero é viver
Sentir a maciez da pétala
Rir com meus amigos
Rolar na grama
Dançar até sem música
Quero contemplar o céu
Colecionar estrelas
E ouvir o som das ondas do mar
A decisão é minha!!!

segunda-feira, 3 de agosto de 2009

A espera e o esquecimento

Postado por Emilly Brito às 10:33 2 comentários Links para esta postagem

Vivemos esperando
Esperando por novas graças
Esquecendo de agradecer as já recebidas
Esperamos por pessoas perfeitas
Esquecendo que somos seres humanos com qualidades e defeitos
Esperamos pelo amanhã para tomar iniciativas
Esquecendo que o hoje foi mais um amanhã desperdiçado
Esperamos conquistas fáceis
Esquecendo o sabor da vitória suada
Esperamos contos de fadas
Esquecendo de lutar e construir nossa realidade

Esperamos a bondade alheia
E esquecemos da nossa solidariedade
Esperamos novos políticos
E esquecemos de buscar novas políticas
Esperamos pelo fim da ganância
E esquecemos de vencer o egoísmo
Esperamos por curas
E esquecemos da prevenção
Esperamos unir o mundo
E esquecemos de unir nossa família
Esperamos verdades
E esquecemos das palavras sinceras
Esperamos por nossos direitos
E esquecemos de cumprir os deveres

Esperamos por dias melhores
mas cada espera
e cada esquecimento
é um passo para trás

• Emilly Brito
 

°• Viva Leve, Pense Light •° Copyright © 2012 Design by Antonia Sundrani Vinte e poucos